De Futebol

Flamengo and Botafogo tied nil-nil.

Globo Esportes-“Num jogo muito pegado, o Flamengo foi melhor que o Botafogo, mas o clássico pela quarta rodada do Brasileiro terminou sem gols em Volta Redonda. A melhor chance do jogo aconteceu aos 38 minutos do segundo tempo, quando o jovem Vinícius Júnior, de 16 anos, acertou o travessão de Gatito. O alvinegro teve uma grande chance com Roger, mas, o atacante, cara a cara com o goleiro, chutou para fora. O jogo no Raulino de Oliveira teve apenas 8.877 torcedores pagantes (10.577 presentes).

´O Botafogo, que, na véspera, teve confirmadas as ausências de Lindoso e Camilo, entrou com Aírton e Matheus Fernandes, com João Paulo na armação. O time começou bem, pressionando nos primeiros dez minutos, mas não demorou para o rubro-negro equilibrar as ações. Do lado rubro-negro, Zé Ricardo entrou com uma defesa lenta, com Réver e Juan lado a lado, mas, como o Botafogo tinha Roger no ataque, a velocidade parecia não ser problema. Pior era depender de Willian Arão na armação. Com dificuldade de assumir a responsabilidade, Éverton e Guerrero pouco puderam fazer.

Talvez pela alta temperatura, o primeiro tempo foi de muito estudo e pouco perigo perto da área. Com azar, o Botafogo perdeu dois jogadores importantes por lesões que pareceram sérias. Aos 34, Victor Luís deixou o campo chorando com dores no joelho esquerdo. Pior foi aos 45. Aírton se desesperou no gramado ao machucar o pé direito.

volta para o segundo tempo trouxe mais emoções. Aos 9, Trauco lançou Guerrero, que ganhou no corpo de Igor Rabello e ficou cara a cara com o goleiro. Gatito fez uma grande defesa à queima roupa. A bola ainda recocheteou em Guerrero e saiu perigosamente por cima do gol. Aos 14, após o peruano roubar a bola de Carli, ele chegava sozinho na área, mas, esperto, Bruno Silva conseguiu evitar a finalização.

O Botafogo respondeu aos 18. Em contra-ataque rápido, o time chegou rapidamente à área adversária e tocou no meio. Pimpão e Trauco furaram e a bola ficou com Roger, completamente sozinho, diante de Alex Muralha. Ele teve muita calma no lance, mas faltou precisão. O chute à direita do gol de Muralha irritou a torcida.

Aos 15, Zé Ricardo fez sua primeira mudança. Saiu Cuéllar para a entrada de Diego, que tinha o nome gritado pela torcida desde o primeiro tempo. A torcida pedia também a entrada de Vinícius Júnior, que entrou aos 21 para a saída de Éderson. O time melhorou e passou a pressionar o Botafogo em seu campo de defesa. Para desafogar, Jair Ventura respondeu com um mudança para dar gás à equipe. Aos 32, Joel entrou no lugar de Pimpão.

A grande chance do rubro-negro aconteceu justamente com o jovem de 18 anos, que, veloz, infernizava Arnaldo e Carli. Aos 38, ele receber de Éverton e mostrou outra característica. Vinicius Júnior chutou colocado e a bola bateu no travessão. Em busca da vitótia, Zé Ricardo colocou o time definitivamente ao ataque na sequência, quando tirou Arão para colocar Damião. Foi a última grande chance de gol da partida.

https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-botafogo-nao-saem-do-0-0-em-volta-redonda-21434642#ixzz4j40JdyQQ

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s